NÍVEIS DE EVOLUÇÃO DA ESCRITA
 
 
introdução
tarefas
processo
avaliação
conclusões
 
  INTRODUÇÃO  
 

PROFESSOR:   Você sabe interpretar as hipóteses de escrita dos seus alunos?

          Você sabe como aprendeu a ler e a escrever? E como as crianças aprendem? Em que momento elas aprendem? Por quais caminhos? Qual a melhor idade para serem alfabetizadas? Em que momento devemos fornecer informações às crianças sobre o nosso sistema de representação? A partir de que vamos ensiná-las? Devemos, em primeiro lugar, mostrar-lhes as letras? Como? Por meio do alfabeto ou de palavras significativas para elas? Como agir agora com o ingresso das crianças no ensino fundamental aos seis anos? Devemos esperar que elas já cheguem alfabetizadas? Ou, ao contrário, como terão mais tempo para aprender, não será preciso antecipar esse aprendizado?

Tais questionamentos permeiam toda comunidade escolar (professores, coordenadores, pais, entre outros profissionais). Percebe - se que cada vez mais surge a necessidade do professor nomear, reconhecer e entender como é que os alunos adquirem o processo da leitura e escrita.

        Por isso, para fazer intervenções adequadas e ajudar a criança nesse processo, tente enriquecer seus conhecimentos repensando sobre o ensino da língua escrita, e refletindo sobre as dimensões do APRENDER A LER E ESCREVER, através das contribuições do construtivismo e da psicogênese da língua escrita.

 



 
     
     
 
Webquest elaborada por JULIANA FERNANDES NUNES E VIRGINIA RODRIGUES com