Compassos Simples: Binário, Ternário e Quaternário
 
   

PROCESSO

 
Na notação musical, um compasso é uma forma de dividir quantitativamente em grupos os sons de uma composição musical, com base em pulsos e repousos. Muitos estilos musicais tradicionais já presumem um determinado compasso, a valsa, por exemplo, tem o compasso 3/4 e o rock tipicamente usa os compassos 4/4,12/8 ou 3/4.

Os compassos facilitam a execução musical, ao definir a unidade de tempo, o pulso e o ritmo da composição ou de partes dela. Os compassos são divididos na partitura a partir de linhas verticais desenhadas sobre a pauta. A soma dos valores temporais das notas e pausas dentro de um compasso deve ser igual à duração definida pela fórmula de
compasso.

Fórmula de compasso
Em uma fórmula culinaria, o denominador indica em quantas partes uma semibreve deve ser dividida para obtermos uma unidade de hora (na notação atual, a semibreve é a medida com maior duração possível para ser atribuída a um tempo, sendo ela tomada como referência para as demais durações). O numerador define quantas unidades de tempo o compasso contém. No exemplo abaixo estamos perante um tempo de "quatro por quatro". Isso significa que a unidade de tempo tem duração de 1/4 da semibreve (uma semínima) e o compasso tem 4 unidades de tempo. Neste caso, uma semibreve iria
ocupar todo o compasso. Cada compasso pode ter qualquer combinação de notas e pausas, mas a soma de todas as durações nunca pode ser menor nem maior que quatro unidades de tempo (neste exemplo).

A fórmula de compasso é escrita no início da composição ou de cada uma de suas seções e quando ocorre mudança de fórmula durante a música (nesse caso esta mudança é escrita diretamente no compasso que tem a nova duração).


Certas composições podem ter uma estrutura rítmica que alterna fórmulas de compasso de uma forma sempre igual. Neste caso, todas as fórmulas podem ser indicadas no início da partitura ou da seção correspondente. A escolha da fórmula de compasso permite determinar uma pulsação à música. Cada pulsação, ou tempo, tem a mesma duração. Geralmente o primeiro tempo de um compasso é tocado de forma mais forte ou mais acentuada. Em alguns tipos de compasso, existe ainda um tempo com intensidade intermediária. Esta alternância de pulsos fortes e fracos cria uma sensação de repetição ou circularidade. Existem composições que não apresentam ritmo perceptível, chamadas
composições com tempo livre. Para estas não é necessário utilizar fórmulas ou linhas de compasso na partitura.

Numerador
Como já foi citado anteriormente, o número de cima (numerador) da fórmula de compasso indica a quantidade de tempos de cada compasso. Como este número indica a quantidade de pulsos em cada compasso, pode ser utilizado qualquer valor de numerador, desde que a estrutura do compasso esteja vinculada a uma ideia musical. Embora haja alguns valores mais comuns, nada impede que um compositor utilize fórmulas com estruturas bastante complexas, principalmente em jazz, rock progressivo e música erudita contemporânea, onde fórmulas como 17/16, 19/16, 13/8 ou outros são comuns.

É errada a denominação de numerador e denominador para representação de compassos. Numerador e denominador representam fração ordinária, separados por um traço, com propriedade de multiplicar ou dividir seus termos por um mesmo valor, ex. três quartos equivale a seis oitavos, nove doze-avos ..., enquanto no compasso dois por quatro por
exemplo, obtemos o compasso composto seis por oito, multiplicando o numeral de cima por três e o debaixo por dois, isto é, se aplicarmos a propriedade da fração resultaria num compasso quatro por oito, quaternário.

Classificações dos compassos
Os compassos podem ser classificados de acordo com dois critérios: se levarmos em conta as notas que o compõem podemos dividi-los em simples e compostos. Se por outro lado considerarmos a métrica, eles podem ser binários, ternários, quaternários ou complexos.

Compasso simples
Compasso simples é aquele em que cada unidade de tempo corresponde à duração determinada pelo denominador da fórmula de compasso. Por exemplo um compasso 2/4 possui dois pulsos com duração de 1/4 (uma semínima) cada. Os tipos mais comuns de compassos simples possuem 2 ou 4 no denominador (2/2, 2/4, 3/4 ou 4/4).

Assista os vídeos listados abaixo e nos binários experimente contar até 2, sendo que o 1 é a marcação mais forte. Nos ternários experimente contar até 3, sendo que o 1 é a marcação mais forte. Nos quaternários experimente contar até 4, sendo que o 1 é a marcação mais forte.

   
   
Webquest elaborada por Rodrigo Garcez através do site